Remodelação de casa take 3: dicas para remodelar a casa de banho

Tenho boas notícias: a minha remodelação de casa vai de vento em popa! Pouco a pouco este apartamento está, efetivamente, a tornar-se o MEU canto, o meu refúgio, com tudo ao meu gosto.

Depois do quarto e da cozinha, a minha última obra foi a casa de banho… e digo-vos: está linda! Estou rodeada de pessoas fantásticas, que entendem exatamente o que pretendo e parecem conhecer-me há anos, pois acertam em todos os detalhes, surpreendendo-me com ideias que jamais me passariam pela cabeça, apesar de eu me afundar em pesquisas de inspiração na Internet.

Claro que gostaria de “trabalhar” com maior rapidez, mas convenhamos: obras de remodelação em Lisboa não são propriamente baratas! De qualquer forma, também julgo que tenho conseguido uma boa relação preço-qualidade, por isso não me posso queixar.

Enfim, estou feliz com a minha remodelação de casa. E tenho aprendido muito. Muito mesmo. Tanto que quem quiser fazer obras de remodelação em Lisboa pode vir ter comigo!

Fora de brincadeiras, as dicas que tenho encontrado têm sido muito úteis para ter um bom ponto de partida. E por isso, decidi partilhar convosco algumas delas, neste caso especificamente relacionadas com a casa de banho.

Ponto 1: a casa de banho é um dos espaços mais difíceis de trabalhar numa remodelação de casa, havendo opções muito caras. Por isso, informem-se, planeiem e… não desesperem! Se o fizerem “como deve ser” serão recompensados por anos de conforto e prazer. Já se optarem por trabalhos amadores, podem estar a entrar no maior pesadelo da vossa vida.

Ponto 2: a continuação do ponto 1, isto é, a necessidade de recorrer aos melhores profissionais. No meu caso, pesquisei bastante para encontrar as melhores ofertas para obras de remodelação em Lisboa. E devo dizer que compensou!

Ponto 3: Para tornar o orçamento mais leve, há coisas que podem fazer. Por exemplo, arrancar móveis ou terminar a pintura. Eu não arrisquei, mas também porque não tenho jeito nenhum para obras e remodelação de casa.

Ponto 4: Não poupem em materiais. Tudo bem: não precisam de torneiras de ouro. Mas há que ter atenção que o mais barato pode não durar tanto e, quando dão por isso, já precisam de substituir imensa coisa. Poupem na iluminação, por exemplo, e em loiças menos luxuosas.

Ponto 5: Qualquer que seja o orçamento previsto ou o projeto das vossas obras de remodelação em Lisboa ou em qualquer outro local do país, devem começar por corrigir azulejos rachados ou substituir peças mais antigas. Se decidirem pintar, vejam primeiro se as paredes estão livres de bolor e humidade.  

Ponto 6: definam diferentes áreas e tentem criar zonas para cada uma delas. Eu aqui tive uma ajuda preciosa dos fornecedores de obras de remodelação em Lisboa que consegui contratar. Por isso, hoje tenho uma zona de banho e outra para me arranjar. E nem sequer é preciso muito espaço para o conseguir, basta por exemplo usar um armário.

Ponto 7: A minha casa de banho estava realmente muito antiquada, por isso decidi reformular tudo. Afinal, estou a 100% nesta minha remodelação de casa. No entanto, para quem não quiser gastar muito dinheiro, pode manter alguns itens e apostar em detalhes e acessórios, que muitas vezes acabam por definir o próprio design. Reciclar peças, acrescentar umas prateleiras, colocar novos puxadores, etc. Com pequenos truques vão acabar por ter uma casa de banho nova em pouco tempo!

Enfim, eu poderia continuar, mas penso que com a revisão destes pontos já ficam alertados para temas essenciais na remodelação de casa, em particular da casa de banho. E boa sorte!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *